terça-feira, 21 de dezembro de 2010

O verdadeiro sentimento do Natal

É só chegar o fim do ano que eu começo a ficar mais pensativa, mas introspectiva. As vezes mais triste, as vezes mais feliz.
Você já parou para se perguntar o que é o Natal? Garanto que muita gente vai responder que: é tempo de festa, comida farta, muitos presentes, roupa nova, amigos secretos, confraternizações.
Mas, será que é isso mesmo? Você já parou para pensar qual o verdadeiro espírito de Natal?
Por que será que nós comemoramos o Natal? Só para ganhar presentes? 
Todos nós sabemos que este é uma celebração cristã, mas até alguns judeus a comemoram. Por quê?
Picture: by syd delicious

Todos os anos procuro encontrar dentro de mim, do meu cotidiano, das minhas observações, dos meus olhares, dos meus pensamentos e  do meu coração um significado diferente para o espírito natalino.
Como será que é o Natal de um morador de rua? E o daquela criança que pede dinheiro no sinal todos os dias? Ou para uma pessoa que esteja doente no hospital? Garato que a data do nascimento de Cristo, a virada de ano e qualquer outra data comemorativa vai ser como um dia qualquer para estas pessoas.
Quando pensamos na data, devemos olhar além das coisas materiais.
Todos nós passamos por momentos de dificuldades, de tristeza e de decepção. Mas, são esses momentos que nós fazem amadurecer.
É vendo essas pessoas no hospital, pedindo dinheiro ou passando fome que a gente aprende que uma ceia de natal é uma coisa pequena, diante do sentimento de estar junto de pessoas que nos amam; a gente ver que presentes são tão insignificantes quanto um grão de areia na praia, diante de um abraço ou beijo de uma pessoa querida; a gente sente que uma festa ou uma confraternização enorme fica sem graça quando não estamos felizes.
Picture by brockvicky
O Natal é sinônimo de união, estar rodeado de pessoas que você ama, sabendo que isso é recíproco, no lugar que te faz feliz; é sinônimo de alegria, risadas, FELICIDADE; é sinônimo de estar bem consigo mesmo e com o mundo; é se inspirar no verde da árvore de natal (ou até mesmo nas árvores da natureza) e ter a esperança de um ano melhor. É amar a vida e amar o próximo, sem preconceitos, sem discriminação, só pelo o que ele é e representa para você.

Uma experiência excelente para você entender e sentir tudo isso? Vá nos Correios da sua cidade (quem mora no Brasil), pegue a cartinha de uma criança (ou mais), leia o que ela fala ali para o Papai Noel e sinta toda a esperança. Se você puder, vale a pena comprar o presente que ela pediu, se não, pode comprar um outro presente mais simples. Você pode ir entregar e ver de perto a alegria daquela criança. É uma sensação INDESCRITÍVEL.

Picture by Lindsey B. Photography
Desejo que todos encontrem esse espírito.

FELIZ NATAL!

0 comentários:

Postar um comentário